Filtro
Restabelecer
Ordenar porRelevância
vegetarianvegetarian
Restabelecer
  • Ingredientes
  • Dietas
  • Alergias
  • Nutrição
  • Técnicas
  • Cozinhas
  • Tempo
Sem


Yoga para aumento da próstata (BPH): Poses para ajudar

Visão geral

  1. Exercitar e fortalecer o assoalho pélvico é uma maneira de melhorar os sintomas de uma próstata aumentada, também conhecida como hiperplasia prostática benigna (BPH). Os benefícios do fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico incluem:

  2. As posturas de ioga ou asanas e os exercícios de Kegel são formas de baixo impacto para ajudar a fortalecer os músculos do assoalho pélvico. A realização dos seguintes alongamentos de ioga pode ajudá-lo a desenvolver controle e flexibilidade muscular na região pélvica. A natureza calmante desses exercícios também pode ajudar a aliviar o estresse e a tensão pélvica.

  3. Se você se sentir relaxado e confortável, poderá fazer as poses por até cinco minutos por vez. Mantenha poses mais extenuantes por até 30 segundos. Lembre-se de sempre modificar ou ajustar a pose para se adequar ao seu corpo à medida que avança.

Exercícios de Kegel

  1. Os exercícios de Kegel são exercícios simples que você pode fazer para fortalecer os músculos do assoalho pélvico. Você pode fazer esses exercícios por conta própria.

  2. Primeiro, identifique corretamente os músculos do assoalho pélvico. Eles são o grupo de músculos que sustentam a bexiga e regulam o fluxo de urina. Eles incluem a bexiga, os músculos esfincterianos e os músculos do assoalho pélvico.

  3. Para identificar os músculos do assoalho pélvico, imagine que você está tentando interromper o fluxo de urina enquanto urina. Não faça isso enquanto estiver urinando. Aperte, segure e solte os músculos algumas vezes. Faça o mesmo com os músculos do esfíncter.

  4. Agora imagine que você está apertando e levantando os músculos do assoalho pélvico. Você pode fazer esses exercícios sentados, em pé, deitados de costas, com os joelhos dobrados.

  5. Certifique-se de identificar corretamente os músculos do assoalho pélvico e sinta-se confortável ao concluir os exercícios. Procure fazer 3 séries de 12 compressões por dia. Mantenha cada aperto interno por até 10 segundos e solte. Relaxe por alguns segundos entre cada repetição.

  6. Um estudo de 2013 descobriu que homens que faziam exercícios do assoalho pélvico todos os dias durante 12 semanas após a cirurgia da próstata melhoravam sua função urinária e a qualidade de vida geral. Eles reduziram os sintomas do trato urinário inferior e tiveram uma taxa de fluxo urinário máxima.

1. Herói (Virasana) posa

  1. Os exercícios de Kegel são exercícios simples que você pode fazer para fortalecer os músculos do assoalho pélvico. Você pode fazer esses exercícios por conta própria.

  2. Primeiro, identifique corretamente os músculos do assoalho pélvico. Eles são o grupo de músculos que sustentam a bexiga e regulam o fluxo de urina. Eles incluem a bexiga, os músculos esfincterianos e os músculos do assoalho pélvico.

  3. Para identificar os músculos do assoalho pélvico, imagine que você está tentando interromper o fluxo de urina enquanto urina. Não faça isso enquanto estiver urinando. Aperte, segure e solte os músculos algumas vezes. Faça o mesmo com os músculos do esfíncter.

  4. Agora imagine que você está apertando e levantando os músculos do assoalho pélvico. Você pode fazer esses exercícios sentados, em pé, deitados de costas, com os joelhos dobrados.

  5. Certifique-se de identificar corretamente os músculos do assoalho pélvico e sinta-se confortável ao concluir os exercícios. Procure fazer 3 séries de 12 compressões por dia. Mantenha cada aperto interno por até 10 segundos e solte. Relaxe por alguns segundos entre cada repetição.

  6. Um estudo de 2013 descobriu que homens que faziam exercícios do assoalho pélvico todos os dias durante 12 semanas após a cirurgia da próstata melhoravam sua função urinária e a qualidade de vida geral. Eles reduziram os sintomas do trato urinário inferior e tiveram uma taxa de fluxo urinário máxima.

2. Pose de sapateiro (Baddha Konasana)

  1. Os exercícios de Kegel são exercícios simples que você pode fazer para fortalecer os músculos do assoalho pélvico. Você pode fazer esses exercícios por conta própria.

  2. Primeiro, identifique corretamente os músculos do assoalho pélvico. Eles são o grupo de músculos que sustentam a bexiga e regulam o fluxo de urina. Eles incluem a bexiga, os músculos esfincterianos e os músculos do assoalho pélvico.

  3. Para identificar os músculos do assoalho pélvico, imagine que você está tentando interromper o fluxo de urina enquanto urina. Não faça isso enquanto estiver urinando. Aperte, segure e solte os músculos algumas vezes. Faça o mesmo com os músculos do esfíncter.

  4. Agora imagine que você está apertando e levantando os músculos do assoalho pélvico. Você pode fazer esses exercícios sentados, em pé, deitados de costas, com os joelhos dobrados.

  5. Certifique-se de identificar corretamente os músculos do assoalho pélvico e sinta-se confortável ao concluir os exercícios. Procure fazer 3 séries de 12 compressões por dia. Mantenha cada aperto interno por até 10 segundos e solte. Relaxe por alguns segundos entre cada repetição.

  6. Um estudo de 2013 descobriu que homens que faziam exercícios do assoalho pélvico todos os dias durante 12 semanas após a cirurgia da próstata melhoraram sua função urinária e a qualidade de vida geral. Eles reduziram os sintomas do trato urinário inferior e tiveram uma taxa de fluxo urinário máxima.

3. Pose da cabeça aos joelhos (Janusirsasana)

  1. Os exercícios de Kegel são exercícios simples que você pode fazer para fortalecer os músculos do assoalho pélvico. Você pode fazer esses exercícios por conta própria.

  2. Primeiro, identifique corretamente os músculos do assoalho pélvico. Eles são o grupo de músculos que sustentam a bexiga e regulam o fluxo de urina. Eles incluem a bexiga, os músculos esfincterianos e os músculos do assoalho pélvico.

  3. Para identificar os músculos do assoalho pélvico, imagine que você está tentando interromper o fluxo de urina enquanto urina. Não faça isso enquanto estiver urinando. Aperte, segure e solte os músculos algumas vezes. Faça o mesmo com os músculos do esfíncter.

  4. Agora imagine que você está apertando e levantando os músculos do assoalho pélvico. Você pode fazer esses exercícios sentados, em pé, deitados de costas, com os joelhos dobrados.

  5. Certifique-se de identificar corretamente os músculos do assoalho pélvico e sinta-se confortável ao concluir os exercícios. Procure fazer 3 séries de 12 compressões por dia. Mantenha cada aperto interno por até 10 segundos e solte. Relaxe por alguns segundos entre cada repetição.

  6. Um estudo de 2013 descobriu que homens que faziam exercícios do assoalho pélvico todos os dias durante 12 semanas após a cirurgia da próstata melhoravam sua função urinária e a qualidade de vida geral. Eles reduziram os sintomas do trato urinário inferior e tiveram uma taxa de fluxo urinário máxima.

4. Pose reclinável do dedão do pé (Supta Padangusthasana)

  1. Os exercícios de Kegel são exercícios simples que você pode fazer para fortalecer os músculos do assoalho pélvico. Você pode fazer esses exercícios por conta própria.

  2. Primeiro, identifique corretamente os músculos do assoalho pélvico. Eles são o grupo de músculos que sustentam a bexiga e regulam o fluxo de urina. Eles incluem a bexiga, os músculos esfincterianos e os músculos do assoalho pélvico.

  3. Para identificar os músculos do assoalho pélvico, imagine que você está tentando interromper o fluxo de urina enquanto urina. Não faça isso enquanto estiver urinando. Aperte, segure e solte os músculos algumas vezes. Faça o mesmo com os músculos do esfíncter.

  4. Agora imagine que você está apertando e levantando os músculos do assoalho pélvico. Você pode fazer esses exercícios sentados, em pé, deitados de costas, com os joelhos dobrados.

  5. Certifique-se de identificar corretamente os músculos do assoalho pélvico e sinta-se confortável ao concluir os exercícios. Procure fazer 3 séries de 12 compressões por dia. Mantenha cada aperto interno por até 10 segundos e solte. Relaxe por alguns segundos entre cada repetição.

  6. Um estudo de 2013 descobriu que homens que faziam exercícios do assoalho pélvico todos os dias durante 12 semanas após a cirurgia da próstata melhoravam sua função urinária e a qualidade de vida geral. Eles reduziram os sintomas do trato urinário inferior e tiveram uma taxa de fluxo urinário máxima.

5. Pose de arco (Dhanurasana)

  1. Os exercícios de Kegel são exercícios simples que você pode fazer para fortalecer os músculos do assoalho pélvico. Você pode fazer esses exercícios por conta própria.

  2. Primeiro, identifique corretamente os músculos do assoalho pélvico. Eles são o grupo de músculos que sustentam a bexiga e regulam o fluxo de urina. Eles incluem a bexiga, os músculos esfincterianos e os músculos do assoalho pélvico.

  3. Para identificar os músculos do assoalho pélvico, imagine que você está tentando interromper o fluxo de urina enquanto urina. Não faça isso enquanto estiver urinando. Aperte, segure e solte os músculos algumas vezes. Faça o mesmo com os músculos do esfíncter.

  4. Agora imagine que você está apertando e levantando os músculos do assoalho pélvico. Você pode fazer esses exercícios sentados, em pé, deitados de costas, com os joelhos dobrados.

  5. Certifique-se de identificar corretamente os músculos do assoalho pélvico e sinta-se confortável ao concluir os exercícios. Procure fazer 3 séries de 12 compressões por dia. Mantenha cada aperto interno por até 10 segundos e solte. Relaxe por alguns segundos entre cada repetição.

  6. Um estudo de 2013 descobriu que homens que faziam exercícios do assoalho pélvico todos os dias durante 12 semanas após a cirurgia da próstata melhoravam sua função urinária e a qualidade de vida geral. Eles reduziram os sintomas do trato urinário inferior e tiveram uma taxa de fluxo urinário máxima.

Encontrando um estúdio

  1. Você pode praticar ioga em casa ou, se desejar alguma orientação extra, pode ir a um estúdio de ioga. É importante encontrar um estúdio que atenda às suas necessidades e faça você se sentir confortável. Confira alguns estúdios diferentes em sua área para poder decidir qual é o melhor para você.

  2. Procure um estúdio que ofereça uma variedade de classes. Verifique se os estilos são adequados ao seu nível e preferência pessoal. Você pode escolher um estúdio que se concentre tanto no lado espiritual do yoga quanto no físico.

  3. Diferentes estilos podem incluir:

  4. Este é um dos estilos mais tradicionais de yoga. Concentra-se na respiração e posturas de ioga clássica que são feitas lentamente. A aula geralmente é lenta e pode se concentrar no alinhamento. Meditação também pode ser incluída.

  5. Essa é uma excelente opção, pois se concentra em relaxar e liberar a tensão, especialmente nos quadris, pelve e coluna vertebral. Você trabalha para alongar os tecidos conjuntivos enquanto está em um estado meditativo. As poses são realizadas por até cinco minutos cada.

  6. Esse tipo de ioga se concentra em abrir o corpo e relaxar os músculos. Você usa vários acessórios para manter poses por até 20 minutos enquanto entra em um profundo estado de relaxamento.

  7. O objetivo do Kundalini Yoga é aumentar a energia armazenada na base da coluna vertebral. Ele se concentra em mover essa energia pela coluna e aumentar a vitalidade física. As aulas incluem meditação, cânticos de mantras e posturas físicas.

Outlook

  1. O yoga pode ajudar a melhorar os sintomas de uma próstata aumentada sem cirurgia ou medicamentos. Envolver-se nesses exercícios diariamente e seguir uma dieta saudável pode ajudar a melhorar seus sintomas e sua qualidade de vida geral.

  2. Saiba mais: 6 remédios naturais para aumento da próstata (HBP) >>



Donate - BNB: bnb16ghhqcjctncdczjpawnl36jduaddx5l4eysm5c