Filtro
Restabelecer
Ordenar porRelevância
vegetarianvegetarian
Restabelecer
  • Ingredientes
  • Dietas
  • Alergias
  • Nutrição
  • Técnicas
  • Cozinhas
  • Tempo
Sem


50 países e contando: as aventuras de um naturalista em Fiji - uma jóia do Pacífico Sul

5. Cuscuz de café da manhã com data de noz-pecã

  1. Lembro-me de me encontrar com um de meus ex-colegas de uma universidade onde éramos ambos professores. Estávamos falando sobre obesidade e como ela é vista culturalmente nos EUA versus alguns outros países. Comecei a contar a ela sobre esse lugar maravilhoso chamado Fiji, onde as dançarinas, por exemplo, são grandes em termos de peso, em comparação com o que os EUA consideram o padrão de beleza em termos de tamanho .

  2. Ela me interrompeu, de uma maneira muito condescendente e afirmou, inclinando-se para a frente e colocando a mão no meu joelho: "Oh, você quer dizer Fuji." Eu olhei para ela pensando comigo mesma, outra pessoa branca pensando que os negros não viajam e precisam ser instruídos sobre lugares no mundo. Recuei e olhei para ela, sabendo que acabara de sofrer uma microagressão, conforme descrito no meu livro sobre competência cultural, o que prontamente a levou a tirar a mão do meu joelho. Eu a informei sumariamente, embora educadamente, que não quis dizer Fuji, mas Fiji. Expliquei então a ela que Fiji, o lugar que eu havia visitado com meu marido e dois filhos, é um arquipélago composto por mais de 330 ilhas habitadas por pessoas, de ascendência principalmente africana, chamadas de melanésios.

  3. Corrigi-a afirmando que ela, acreditava, estava se referindo à palavra que talvez ela tivesse ouvido em relação ao cinema ou à montanha no Japão, que eu também havia visitado. Ela olhou para mim com um olhar vazio de vergonha, quando eu voltei à nossa conversa anterior sobre obesidade e a beleza das mulheres de Fiji e do povo em geral.

  4. Você vê pessoas negras viajando, o que me leva à minha discussão sobre Fiji. É um lugar de gente calorosa, graciosa e predominantemente negra. Viajamos para lá de Miami e terminamos nossa viagem, parando em Los Angeles antes de seguir para o aeroporto para o nosso voo de conexão, via companhias aéreas de Fiji. Lá, começamos a ver negros com Afros, esperando para embarcar no voo. Nós olhamos para eles e eles olham para nós, observando nossas diferenças e nossa mesmice - a realidade de que éramos todos negros, mas de diferentes lugares e culturas. Nossos sorrisos nos conectaram e, quando chegamos à ilha de Viti Levu, nas Ilhas Fiji, enquanto caminhávamos pelo hotel e finalmente visitávamos uma de suas aldeias, fomos recebidos com a palavra Bula (a palavra fijiana para olá), com o maiores sorrisos que você pode imaginar.

  5. Antes de ir para lá, tive uma longa discussão com meu irmão mais novo que, enquanto estudante da Universidade de Columbia, passava grande parte do tempo estudando no exterior na Europa e na África e, posteriormente, continuou sendo um viajante mundial. Ele me informou que o povo de Fiji era africano. Ele não viajou para lá, mas leu sobre eles e desejou ir para lá. Um dos meus colegas Brancos, professores, argumentou que o povo de Fiji não era africano, mas sim melanésio. Ele também não estava lá. Ouvi as duas posições e decidi que iria descobrir. Eu iria com minha família para Fiji e perguntava às pessoas, e foi o que fiz.

  6. O povo de Fiji é muito gentil e o cavalheiro que conhecemos que dirigia o programa infantil no belo Sheraton Fiji Resort, onde ficamos, recebeu o nome de Moses. Moisés organizou jogos e brincadeiras para as crianças e conversou conosco quando as retiramos de suas atividades.

  7. Ele ficou encantado ao ver negros, dos EUA, e nos convidou para sua aldeia para assistir ao casamento de um dos membros de sua família e visitar a escola local. Ficamos emocionados em fazê-lo! Perguntei-lhe se os fijianos eram de ascendência africana e ele riu e respondeu "é claro!" Fomos à vila e tive o privilégio de me sentar com os homens, juntamente com meu marido e filhos, durante uma de suas reuniões, o que geralmente não era permitido, pois as mulheres não se sentam com os homens quando se encontram com o Chefe da Vila. . Mas como eu era professor, tive permissão para fazê-lo. Foi nessa época que o chefe compartilhou informações importantes com todos nós, em fijiano, como traduzido por Moisés, depois que perguntei de onde era originário o povo de fiji. Ele explicou que o povo de Fiji é, de fato, descendente de africanos, do leste da África, pois viajaram em navios chamados druas para Fiji e se estabeleceram lá no início de sua história.

  8. Eu vivo de acordo com esta citação!



Donate - BNB: bnb16ghhqcjctncdczjpawnl36jduaddx5l4eysm5c